04.04.17
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid fala sobre religião, sua família e os holofotes para Porter

Bella Hadid pode ter inúmeras capas de revistas, e sair com as celebridades mais legais, mas a modelo de 20 anos de idade diz que no final do dia ela só gosta de estar longe do centro das atenções. “Realmente começa a ficar esmagador. Você se sente realmente superexposta e não quer ver ninguém… Eu só quero estar em meu apartamento sozinha e ficar tipo em retiro e ser centrada novamente.”

Ser uma celebridade pode ser difícil para Bella, mas ela diz ter um modelo tão popular como Gigi como irmã mais velha pode ser ainda mais difícil, especialmente no mundo da moda. “As pessoas pensam que somos iguais e que estamos trabalhando há tanto tempo, mas estou com dois anos de atraso”, diz ela. “Eu ainda tenho um longo tempo para recuperar o atraso!”

A vida privada da jovem estrela também está sob os holofotes desde que ela e The Weeknd se separaram em novembro passado. Mas essa é a última das preocupações de Bella, e ela só tem tempo para se concentrar em si mesma agora. “Eu só estou me concentrando em mim mesma, e no meu trabalho, e apenas sendo o melhor que posso ser”, diz ela. “Eu não estou realmente preocupada com o que os caras ou alguém pensam sobre mim, eu só estou tentando ser uma mulher!”

Ela também reflete sobre sua vida crescendo como muçulmana, graças aos ensinamentos religiosos de seu pai como refugiado muçulmana. “Meu pai era um refugiado quando ele veio pela primeira vez para a América, então [a proibição de viajar do presidente Donald Trump] está muito perto de casa para minha irmã e irmão [Anwar Hadid] e para mim”, ela diz à revista. “Ele sempre foi religioso, e ele sempre orava conosco. Tenho orgulho de ser muçulmana “.

Crescer para Bella também significava lutar contra a doença de Lyme, uma doença que também afetou sua mãe, Yolanda Hadid, e seu irmão mais novo. “Eu não pude sair da cama por seis dias. E meu cérebro ficou nebuloso, e eu não podia ver “, Bella lembra-se de seu próprio diagnóstico. “Esse foi o momento mais difícil da minha vida.”

Quanto a sua mãe e “melhor amiga”, Bella diz que ela é a única a agradecer por todas as propagandas nua. “Minha mãe é muito européia, então toda a nossa vida fomos muito abertos sobre essas coisas. É muito mais casual”

Fonte: E Talk
Tradução e Adaptação: Equipe Bella Hadid Brasil

%d bloggers like this: