20.11.19
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid desfila para Balenciaga

Balenciaga fez seu desfile de primavera/verão no Paris Fashion Week. Pela primeira vez, a marca colocou seu público em uma situação política. Em Gvasalia, local escolhido para o desfile, havia um falso parlamento Balenciaga, que investigava roupas e consumos da moda.

Com o fundo completamente azul, cor bem próxima do da bandeira da União Europeia, Gvasalia fez da sua passarela um ato político. “Vimos fotos de mulheres políticas, do que elas vestem em campanha. Pegamos esse tipo de vestido diurno sob medida e tentamos deixá-lo legal – não é um desafio fácil, para ser sincero”, disse ele. Sua solução foi “torná-los mais quadrados e moldurados ao corpo, o que é bastante Balenciaga. Muitos tipos de corpo podem usá-lo. Volumes democráticos e fáceis de usar.”

“Os vestidos de baile remontam ao início de Balenciaga, quando [Cristóbal] começou na Espanha. Era principalmente esse tipo de silhueta que ele fazia, da pintura espanhola ”, observou Gvasalia. “Mas queríamos ter certeza de que eram usáveis. Se você tirar a crinolina, terá uma espécie de vestido gótico.”

Perguntado se a coleção era uma forma de aprimoramento da realidade ele respondeu “Realidade ? Não acho que fique mais real do que isso.”

Bella Hadid, um dos destaques do desfile, passou pela passarela com um vestido vermelho tomara que caia, cominados com uma bolsa preta e um tênis branco. No cabelo, um rabo de cavalo com um aplique enorme mudou totalmente o visual da modelo.

29.09 | BALENCIAGA SPRING/SUMMER 2020 – RUNWAY
%d bloggers like this: