Arquivo de 'Entrevistas'



02.10.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid é capa de Harpers Bazaar Arabia de outubro

Bella Hadid está reclinada em um chafariz exótico, erguido para as filmagens da Harpers Bazaar no terreno de uma vila do século 16 com vista para o estádio olímpico de Roma, com uma pegada da princesa árabe. Com sua herança palestina e porte real – ampliada por um guarda-roupa que abrange desde a alta costura de Giambattista Valli até as criações de lenços para sportswear de Marine Sere, designer do momento – Bella é simultaneamente uma diva italiana, digna das altas jóias da Bvlgari que adornam ela, se tornou uma protagonista direto das Mil e Uma Noites.

“Eu acho que, independentemente de onde uma mulher veio, é o espírito dela que é mais capturado”, diz Bella sobre a dualidade de seu personagem no set para a Bazaar. “Retratando tanto uma diva italiana quanto uma princesa árabe, sinto que tenho que capturar a força e a beleza interna vibrante dos dois tipos de mulher.”

Como uma das modelos mais procuradas de sua geração, Bella, que completa 22 anos neste mês, não é estranha ao tipo de intriga e mistério que encobre a mulher enigmática que ela incorpora na história do Bazaar. Com mais de 20 milhões de seguidores no Instagram e a constante especulação que envolve cada relacionamento dela – de ligações românticas a sua igualmente famosa família – Bella é filosófica quando se trata das emoções que alimentam sua vida interior.

“Para mim, o amor enriquece todas as partes do meu corpo. Seja isso dando amor a alguém que precisa, para satisfazer minha mente; recebendo amor, para satisfazer meu coração; ou ensinando a amar, a satisfazer minha alma.”

Para ancorá-la durante o turbilhão insano de desfiles de moda, Bella confia em cristais energéticos e óleos essenciais para afastar a ansiedade em situações de alto estresse. “Eu amo óleo de lavanda porque me lembra minha casa”, ela diz, “eu amo misturar eucalipto, limão, incenso, hortelã e laranja para pulverizar como um refresco e para me acalmar.”

Como uma das mulheres mais sedutoras do mundo que emprestam sua imagem para Bvlgari, Bella está ciente de que a majestade de pedras preciosas – como as peças de alta joalheria da coleção Bvlgari’s Wild Pop que ela veste aqui para Bazaar, é derivada das camadas da humanidade tecidas na narrativa por trás delas. Se Bella fosse dar uma peça de alta joalheria de presente, seria para: “Minha avó, minha Oma, Ans Van Den Herik. Ela sempre teve as jóias mais bonitas e ela significa muito para mim. Espero que isso a faça sorrir, porque isso me faria sorrir.” Realmente, uma bella donna.

Confira agora as fotos de Bella Hadid para a edição de outubro da revista:

HARPER’S BAZAAR ARABIA (OCTOBER)

 

12.09.18
postado por Ana Luiza na categoria Bella Hadid
Bella Hadid conta para Teen Vogue como se tornar uma modelo

A essa altura, Bella Hadid é uma das modelos mais conhecidas ao redor do mundo. De capas da Vogue até grandes campanhas, desfiles e tudo mais, é quase como se ela tivesse nascido numa passarela. Mas, é claro, não é o caso, porque isso seria, bem… muito estranho e nós teríamos muitas perguntas. Enfim, estando nesse meio há muitos anos, trabalhando para ascender, Bella tem descoberto um ou dois truques para se tornar uma modelo e para nossa sorte, ela está disposta a compartilhar eles com o mundo.

Depois de desfilar para Brandon Maxwell, um lindo desfile de tema texano e extravagante com a Kia, Bella compartilhou seu segredo para o sucesso em modelar e, para ser sincera, é bem simples. “100% é só ser você mesma e não tentar ser outra pessoa,” ela diz a Teen Vogue após o desfile. “E isso soa tão clichê, mas você vê garota nos bastidores que finalmente, agora, depois de três anos nesse meio, podem ser elas mesmas e mostrar quem realmente são e é a melhor coisa. Às vezes as pessoas tentam se encaixar e aqui não há isso.” Ela também menciona que perfeição não é a chave para o sucesso nessa indústria, é como você trata as pessoas. Ela diz que não importa “se o seu catwalk não é muito bom” e aconselha que é sobre “os relacionamentos que você cria, bondade que você espalha e obviamente trabalhar muito duro, você tem que ter uma ótima mentalidade para estar nessa indústria.”

Mesmo que se tornar uma modelo possa parecer ser, tipo, uma carreira impossível de conseguir, o conselho de Bella é se jogar, ser você mesma e ir em frente. Ela quer, de qualquer modo, que modelos iniciantes saibam que é um trabalho difícil e você tem que estar disposta para fazê-lo. “Se alguém quer tentar modelar e se é a sua paixão, então 100% faça isso. Há lugar para todo mundo nesse meio ter sucesso e eu acho que as pessoas tentam pegar e escolher, mas há lugar para todos se você trabalhar duro o bastante, com certeza.”

 

Tradução & Adaptação por Bella Hadid Brasil

Fonte: Teen Vogue

14.08.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid é capa da Allure

Bella Hadid é capa da Allure de setembro de 2018. A modelo estampa a edição mais importante do ano da revista, fotografada por Daniel Jackson, com maquiagem por Romy Soleimani e stylist de Michael Philhouze a modelo usa um vestido Paco Rabanne e maquiagem Dior. A capa, também conta com uma entrevista feita por Kelly Bales, que você pode ler traduzida aqui. Confira as fotos:

 

ALLURE (SEPTEMBER)

 

14.08.18
postado por Ana Luiza na categoria Bella Hadid
Bella Hadid concede entrevista para Allure

Bella Hadid viajou da França para Nova York em um red-eye flight [*voo que parte tarde da noite e chega cedo na manhã seguinte] para a nossa sessão de fotos e espera pegar outro avião para Alemanha, a trabalho, assim que terminarmos. A supermodelo e rosto da Dior Beauty desde 2016 passa muito tempo dentro de um avião. “De início, eu viajava direto para o trabalho e realmente não me sentia bem e não sabia como lidar com o jet lag – agora eu meio que aperfeiçoei o jet leg,” Hadid diz à Allure. “Estou num avião em todos os outros dias, então pelo bem da minha própria saúde e da minha pele, eu tenho sempre hidratantes comigo, um ácido hialurônico serum e uma máscara facial para noite porque eu amo colocar máscaras no avião.”

Enquanto o mundo comenta sobre os rumores de Hadid ter reatado com The Weeknd – os paparazzi de algum modo conseguiram nos encontrar, mesmo no nosso set fechado em uma praia privada de Atlantic Beach – Hadid está focada em seu trabalho. É um dia ventoso e abafado na areia da zona costeira quando o fotógrafo Dan Jackson fotografa a modelo em diferentes tons fortes e marcantes nos lábios para o nosso Guia Labial.

A maquiadora profissional Romy Soleimani brinca com os corais, rosas Barbie, ousa dois tons de boca e até vermelho, do qual a modelo é raramente vista usando. “Há provavelmente cinco vezes, talvez, que você possa ter me visto usando batom vermelho. Fico muito desconfortável quanto a isso,” Hadid revela. “Eu sempre prefiro os [batons] nudes e de tons mais escuros, mas essa sessão de fotos me fez sair bastante da minha zona de conforto.” A modelo ama um batom anos 90 nude ou mauve, preferindo passá-los de modo que ultrapasse o formato natural de seus lábios. “Eu tenho gostado muito de usar só um lápis de boca, ultrapassando bem a linha dos meus lábios, com um gloss.”

Para atingir os tons vivos que você vê nas imagens, Soleimani começou por preencher os lábios de Hadid com um pincel que era um pouco mais claro do que a cor que ela queria atingir. No topo do pincel, ela adicionou uma camada de batom, seguida por uma camada análoga de maquiagem neon para “fazer a cor se destacar,” ela explica.

Enquanto Hadid com certeza está com jet leg, caindo pela areia em exaustão entre as sessões, ela mostra isso para a câmera: Ela é legal e alegre, com um bom e infantil jeito brincalhão e é o tipo raro de mega celebridade que aprende o nome de todo mundo no set. De fato, quando um grupo de meninas adolescentes histéricas a encontram no final da sessão de fotos, quando já estávamos voltando para o trailer, ela sai do carro para abraçá-las e tirar fotos mesmo estando exausta. Parabéns Yolanda e Mohamed Hadid – vocês fizeram um ótimo trabalho.

Abaixo, veja as lindas imagens desse dia com as melhores cores de batom para o outono e saiba mais sobre o item de farmácia favorito de Bella para comprar, seus ídolos de beleza e sua solução para todos os problemas.

PERGUNTAS E RESPOSTAS DE BELLA SOBRE BELEZA

A supermodelo compartilha seus amados hábitos, produtos e ícones.

ALLURE: Quais itens de maquiagem você sempre tem que ter na bolsa?

BELLA HADID: “Por viajar muito, cuidados com a pele é o principal: um hidratante, três serums, uma máscara facial para noite. Coisas que hidratam minha pele e me dão certeza de quando eu aterrizar, estarei pronta para o trabalho e para continuar, porque é super seco lá em cima. Eu sempre tenho meu Dior Lip Maximizer e Dior Lip Glow, nunca saio de casa sem eles.”

ALLURE: Qual é o risco que você gostaria de cometer no cabelo?

BELLA: “Eu definitivamente quero cortar meu cabelo em estilo pixie. Eu quero ter franja de novo. Eu quero pintar de loiro e, agora, estou obcecada com cabelo longo – eu amo um longo ondulado.”

ALLURE: Melhor item de farmácia para comprar?

BELLA: “Eu sempre pego máscaras faciais em folha. São as minhas favoritas. As melhores são as da Coréia – eles tem uma inovação incrível lá que você nunca encontra na América.”

ALLURE: Olhando para trás tem alguma tendência de tapete vermelho que você testou e se arrependeu?

BELLA: “Não, porque eu que tenho a ideia do look toda vez que vamos criá-lo. Eu acho que o único momento que realmente posso ser eu mesma é quando escolho os looks do tapete vermelho. Eu me certifico que todo mundo saiba na hora que eu chego lá exatamente qual é a vibe e exatamente o que vamos fazer quando eu for atender a imprensa, então eu meio que levo isso mais a sério que tudo.”

ALLURE: Você tem algum ídolo de beleza?

BELLA: “Cher e Monica Belluci, ambas são incríveis. Cher, eu sempre fui obcecada. Uma das minhas melhores amigas tem a Cher como madrinha, então enquanto eu crescia, ela meio que me ensinou sobre os pós e contras, o que foi muito legal. Todo mundo vê a Cher como uma cantora e atriz admirável e, é claro, um grande ícone da moda. Ela até hoje sobe aos palcos e é tão incrível. Eu gostaria de ser como ela para o resto da minha vida. Se você falar com ela agora, ela tem tanta alegria e ela é uma pessoa tão maravilhosa. E Monica Bellucci é uma das mulheres mais lindas de todos os tempos.”

ALLURE: Melhor solução para todos os problemas?

BELLA: “Minha mãe sempre disse, “Beba água. Está com dor de barriga, dor de cabeça? Beba água.” Era sempre o que ela dizia que melhoraria tudo e, agora, estou percebendo que é verdade – mas eu definitivamente tenho que me forçar, [porque] não sou uma boa bebedora de água. Também, definitivamente hidratar demais o meu corpo, meus lábios e meu rosto é algo que me faz sentir bem melhor.”

ALLURE: Qual tendência de moda você anda gostando muito?

BELLA: “Eu definitivamente sou uma viciada em tênis e amo combinar tênis com vestidos comuns e de gala. Até mesmo depois do desfile da Versace, eu os perguntei se poderia usar o vestido que eu desfilei e eles também me emprestaram os novos tênis que tinham.

Quando eu tinha 15 anos, meu padrasto ganhou uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood, e essa foi a primeira vez que lembro de usar tênis em um grande evento. Eu estava usando um lindo vestido de gala com meu Converse preto desgastado. Eu mesma cortei meus próprios cadarços de couro e acho que foi aí que começou meu amor pelos tênis. Eu me sinto mais sexy em um par de tênis do que de salto.”

ALLURE: Como você pratica seus cuidados próprios?

BELLA: “Eu acho mantras muito bons e acho que é algo que eu preciso começar a fazer mais. Eu já anotei os meus e sou uma pessoa muito espiritualizada. De manhã, sempre tiro um tempo para mim mesma e tenho meus cristais e à noite ouço minhas músicas de meditação para me preparar para o dia seguinte. Com meu cronograma, eu preciso de mais tempo para fazer isso e ser mais positiva sobre mim mesma.

Normalmente, se estou tendo um dia ruim eu ligo para a minha mãe ou mando mensagens para uma das minhas melhores amigas, Ali, e ela levanta meu astral, fico tipo “Ali, eu me sinto feia e uma merda e não quero fazer isso,” e ela me responde tipo, “Você consegue, você está aqui,” e faço o mesmo com ela quando ela me liga. Eu acho muito bom ter seus amigos por perto ou mesmo uma ligação, porque não estou sempre com meus amigos por causa do trabalho. As pessoas bem próximas a mim me ajudam muito, é bom demais poder contar com alguém assim.”

 

Tradução & Adaptação por: Bella Hadid Brasil

Fonte: Allure

 

Confira em nossa galeria as fotos do ensaio para a edição de Setembro/2018 da revista americana Allure:

ALLURE (SETEMBRO)

 

31.05.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid fala sobre depressão, cirurgias e ódio na internet

Bella Hadid pode parecer que não tem nada para se preocupar, mas a supermodelo que adora Instagram, que é um rosto da Dior Beauty (ela está na frente da coleção Backstage da marca), certamente teve muitos momentos de insegurança.

“As pessoas acham que sou muito confiante, mas eu realmente tive que aprender a ser”, diz Hadid, que admite ter se sentido desconfortável com relação a seus “quadris largos” e “rosto estranho” quando era mais nova. Agora, aos 21 anos, ela não apenas aprendeu a abraçar seus traços distintivos, mas também quer oferecer abraços aos detratores que deixam comentários negativos em seus feeds de mídia social. “As pessoas acham que eu fiz toda essa cirurgia ou fiz isso ou aquilo. E sabe de uma coisa? Podemos fazer uma varredura no meu rosto, querido. Estou com medo de colocar enchimentos em meus lábios. Eu não quero estragar meu rosto.”

Aqui, Hadid fala sobre sua rotina de beleza, naquele tempo que ela tingiu seu cabelo de arco-íris, e o único tratamento que ela nunca tentaria.

Alguém te ensinou sobre beleza quando você estava crescendo?
Eu aprendi sobre a beleza com minha mãe, principalmente em termos de cuidados com a pele. Ela sempre disse que pele boa é muito mais importante do que as coisas que você coloca em cima dela. Meu pai, enquanto isso, nunca quis que usássemos maquiagem, então não fizemos. Eu andava a cavalo e minha irmã [a supermodelo Gigi] jogava vôlei. Na minha família, não era como você aparentava; foi sobre como você competia.

Você se considerou um moleque?

Eu definitivamente era mais moleque do que menina, mas também tinha um lado feminino. Eu usava Dr. Martens com minhas pequenas saias xadrez e meia-calça para a escola. Lembro-me de dar uma reforma para uma das minhas amigas porque ela era tão moleca, mais do que eu. Eu levava as roupas dela na sexta série e foi assim que nos tornamos melhores amigas. Eu aprendi que você pode mudar a vida das pessoas na escola [risos]! Foi aí que encontrei meu amor pela moda.

Qual foi o seu momento de beleza mais louco?
Eu passei por muitas fases. Quando eu tinha 16 anos, eu realmente queria fazer um ponto de tudo o que eu estava tentando fazer, então eu tinha grils (proteses dentárias “falsas” de ouro) antes que fosse legal – eu definitivamente não era legal – e eu tingi meu cabelo de azul por baixo. E eu também tive cabelo arco-íris em um ponto. Foi histérico. Em termos de maquiagem, eu realmente não sabia como fazer nada no meu rosto até que comecei a trabalhar com a Dior e o Peter Philips. Eu não tinha ideia de como misturar ou como fazer minhas sobrancelhas. Eu olho para trás tipo: “Nossa garota, você realmente aprendeu.”

Você teve que superar certos sentimentos de inadequação como adolescente?
Sim. Eu tinha uma cintura pequena e quadris grandes e era meio gordinha. Eu os amo agora, mas eu estava sempre consciente de meus quadris – enquanto minha irmã tinha um pacote completo e era muito atlética. E eu pensava que eu tinha um rosto tão estranho. Lembro-me muito vagamente de ter sido intimidada por causa dos meus complementos.

Como você lida com isso agora quando as pessoas fazem comentários ou dizem coisas negativas?
Levei muito tempo para aprender a não ouvir. Eu desligo meu telefone e lembro que as pessoas ao meu redor são as únicas cujas opiniões eu realmente me importo. Por que eu leria esses comentários? Eles geralmente estão vindo mais para o meu “personagem” do que para o meu rosto, o que é mais doloroso.

Você já respondeu?
Eu não. Aprendi que as pessoas vão odiá-la e não há nada que você possa fazer a respeito, exceto ser você mesmo e amar a si mesmo. Mas eu sinto a energia das pessoas muito intensamente. Muitas vezes eu penso: “Eu só quero conhecer você e dizer que não sou uma pessoa ruim. Você não precisa ser malvado comigo.

Certo, porque é sobre eles, não sobre você.
Eu quero escrevê-los: “Se você está passando por algo, eu quero estar lá para você.” Há, obviamente, algo mais profundo acontecendo. Eu sei que não é sobre mim pessoalmente. Todos nós temos o que superar, e é isso que quero pregar às crianças hoje em dia. Eu passei por uma grave depressão no ano passado, e acho que foi quando eu era mais jovem e estava sendo intimidado pelas crianças na escola. E agora, acho que não deveria ser tão autoconsciente – as pessoas me dizem isso todos os dias – mas é uma coisa pessoal. Todos nós passamos por isso porque somos humanos.

Tradução e adaptação: Bella Hadid Brasil
Fonte: InStyle.com

31.05.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid fala sobre energia, cuidados com a pele e lembranças de maquiagem para Vogue UK

Sair de um avião e ir direto para uma festa parecendo descansada e energizada é mais difícil do que parece. Mas se há alguém que sabe como fazer isso – porque a prática extrema, é claro, faz a perfeição – é Bella Hadid.

“Eu viajo muito e costumo trabalhar diretamente depois do pouso. Eu uso o conselho da minha mãe, mantendo minha pele tão boa quanto possível. Então, em um avião eu lavo meu rosto assim que eu entro, eu tenho todos os meus soros e meus cremes noturnos. E então eu adormeço e faço isso de novo quando acordo”, ela nos disse, em Londres, em uma festa para lançar a nova coleção Dior Backstage, que foi lançada no desfile da Dior Cruise na semana passada. “Então, quando saio do avião, meu rosto está bem descansado e hidratado. E eu sempre tenho um corretivo comigo, especialmente quando estou super cansada para tirar aquelas bolsas escuras dos olhos.”

Hadid passou por um verão lotado até agora, após viagens a Cannes, Paris, Nova York e Mônaco no mês passado, além de aparições na passarela Fashion For Relief e no tapete vermelho do Met Gala. Não há eventos que você possa vestir qualquer vestido e, em seguida, fazer uma maquiagem apressadamente. E enquanto a jovem de 21 anos toma cuidado para nunca reclamar – suas maneiras são impecáveis e ela é infinitamente graciosa – ela é clara sobre a importância de cuidar de si mesma quando viaja e trabalha tanto quanto ela.

“Sempre guardo meus óleos essenciais comigo e meus cristais. Eu me certifico de ter uma boa energia no avião porque às vezes eu entro em pânico se eu voar demais. Estou sozinha a maior parte do tempo, então preciso ter certeza de que tenho todas as minhas coisas caseiras comigo. Eu faço do avião minha casa”, diz ela. “Eu tenho todos os meus cristais na casa da fazenda e nos certificamos de que eles sejam energizados antes de viajar. Minha mãe coloca os pequenos ao redor da minha mala quando eu saio, o que é muito fofo. Uma das minhas maquiadoras na Coréia sabe o quanto estou cansada e ela me deu essa caixa de ginseng líquido em pequenos pacotes. Tem um gosto horrível, mas dá essa explosão de energia. Eu meio que me afastei do café recentemente, então estou apenas tentando encontrar as formas mais holísticas que eu possa manter minha energia ao longo do dia. Mas na maioria das vezes, essa energia vem do fundo. Eu tenho que me esforçar muito quando estou na zona!”

Hadid
permanece incrivelmente perto de sua família, incluindo a irmã Gigi, e apimenta a conversa com referências a seus entes queridos. Na verdade, é a mãe dela – que ela descreve como “a pessoa mais altruísta do mundo” – que ela credita o seu regime de cuidados de pele fantástico.

“Minhas primeiras memórias de beleza são da minha mãe, falando sobre manter sua pele incrível primeiro, ao invés de maquiagem. Eu montei cavalos a minha vida toda, então eu não usava muito”, ela admite. “Mas eu lembro de ter entrado nos armários de maquiagem da minha mãe quando era mais jovem e encontrar o delineador mais escuro que eu poderia encontrar e colocá-lo depois que saí para a escola e depois tirá-lo antes de voltar para casa. Eu era uma criança muito rebelde com a minha maquiagem – acho que porque meus pais não gostavam muito disso. Mas eu encontraria pequenas coisas que me fizeram sentir mais como eu mesma.”

Agora, é claro, com um contrato de beleza da Dior com o nome dela, Hadid tem bastante espaço para experimentação quando se trata de beleza – assim como milhares de produtos para brincar.

“No meu trabalho eu não tenho muito poder no que faço, então quando tenho minhas festas e eventos, eu gosto de ser mais artística e gosto que as pessoas ao meu redor tenham a oportunidade de ser mais artísticas também. Toda vez que vou fazer minha maquiagem e cabelo, eu tenho várias inspirações. Eu tenho centenas de fotos salvas no meu celular dos anos 40 até aos anos 90. Antigas celebridades, mas também pessoas que eu vejo em fotos aleatórias em manifestações de paz nos anos 70 e coisas do tipo. No aniversário da minha irmã, há alguns meses atrás, nós fizemos uma maquiagem com sombras bem sexy e eu amei,” ela nos diz. “É realmente muito bom para mim ter a oportunidade de trabalhar com tantas pessoas incríveis como [diretor criativo e de imagem da linha de maquiagens da Dior] Peter Philips. Ele está no ramo há bastante tempo, mas ele não é só um maquiador profissional, ele é mais um artista em termos de usar meu rosto como uma tela de pintura.”

E enquanto Hadid inegavelmente ama beleza e brincar com produtos – “na coleção Dior Backstage tem o iluminador mais incrível de todos que eu tenho tentado roubar do Peter Philips há tipo um ano e meio e agora finalmente terei um!” – quando ela consegue uma pequena folga, seus pensamentos são sobre outra coisa.

“Sabe, meu pior pesadelo é fazer as unhas. Não é nem um pouco comum para mim,” ela ri. “Quando estou de folga, eu gosto de pegar tudo o que as pessoas me veem diariamente e tirar. Não usar maquiagem, ser eu mesma, ficar no sofá com as minhas amigas. É assim que eu passo meu tempo livre. Todo o brilho, o glamour e os mimos são bons, mas não é realmente isso que me faz feliz.”

O que a faz feliz e o que ela tem interesse em passar mais tempo no futuro são com projetos filantrópicos. Ela escolhe cuidadosamente suas palavras – “Eu nem sequer chamo isso de caridade, mas quero fazer coisas que me preencherão internamente, ajudar pessoas e realmente tentar mudar o mundo de algum jeito” – mas fica claro que Hadid está consciente de seu privilégio e determinada a não aceitar isso como algo que nunca irá mudar.

“Eu acho que a única forma de continuar atingindo meus objetivos é ajudando outras pessoas ao redor do mundo atingirem seus objetivos também. Eu não me sinto confortável atingindo meus objetivos se as outras pessoas não tiverem a oportunidade de atingirem os delas também,” ela nos diz. “Todos os objetivos que tinha eu meio que já atingi, mas eu nunca paro de criar novos objetivos e eu espero que nunca pare. Eu acredito que nos próximos anos eu definitivamente quero fazer coisas que vem mais do coração. Fazer coisas que são mais trabalhos da alma do que trabalhos da vida real.”

 

Tradução e adaptação: Bella Hadid Brasil
Fonte: Vogue UK

 

 

VOGUE UK BY ALANA OHERHILY

 

24.05.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
“Beleza é segurança em si” diz Bella em entrevista para AR

Isabella Khair Hadid estava prestes a ser uma equestre olímpica quando uma doença arruinou seu objetivo. No entanto, esse contratempo que a separava do mundo das corridas de cavalos levou-a para a passarela. Desde que ela desfilou na Victoria’s Secret, sua carreira como modelo foi imparável.

Bella, você é inspiração para milhares, milhões de mulheres em todo o mundo. Quem você se inspira?

Meu ícone de beleza, sem dúvida, é Carla Bruni… parece tão especial para mim! Como mulher, por tudo o que isso significa, admiro Michelle Obama imensamente.

Como embaixadora de maquiagem, Dior, certamente tem uma lembrança de seus inícios. O que você lembra sobre o seu primeiro flerte com maquiagem?

Provavelmente roubar os cosméticos da minha mãe sem que ela percebesse e tentar às escondidas. Adorava. O que mais gostava eram óleos faciais e produtos de tratamento. Quanto à maquiagem, delineador preto me chamou muita atenção. Mas eu tinha que fazer isso secretamente porque ela não me deixava ir para a escola usando maquiagem. A primeira vez que fiz isso foi aos 14 anos de idade.

Aplicar delineador não é fácil …

Claro que não. Para meu gosto, o pior erro que uma mulher pode cometer quando maquia a maquiagem é desenhar o canto errado do delineador: fica terrível.

O melhor legado de beleza da sua mãe?

Minha irmã Gigi e eu sempre fomos ensinados a cuidar bem da nossa pele, e entender que na beleza menos é mais e que a simplicidade sempre triunfa. Lavo o rosto e coloco hidratante, nunca esqueço um corretivo iluminador, o rímel e um gloss com alguma cor.

Você tem algum conselho para nos dar?

É importante que uma mulher, especialmente meninas, entendam que a segurança irradia de dentro e se reflete em sua pele, em sua expressão. Este ano aprendi que o sorriso é o melhor produto de maquiagem.

Beleza para você é…

Segurança em si, inteligência e bondade.

Um truque que você acabou de descobrir.

Que é necessário esfoliar os lábios antes de dar cor. Dior’s, Addict Lip Sugar, é fantástico. Depois, gosto de tons de rosa nude ou rosa. Bem, Peter Philips, que é uma lenda da maquiagem, me ensinou a importância de ‘construir’ maquiagem e esfuma-la. Esfuma meninas, esfuma!

24.05.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid fala sobre seu alter ego

Desde que nós relatamos pela primeira vez o alter ego de Bella Hadid, Rebekka Harajuku, a conta do Instagram provocou uma espécie de tempestade na mídia social. Nós tivemos a chance de conversar com a supermodelo sobre como Rebbeka foi no Coachella e a resposta de Bella foi no mínimo interessante.

Ela insiste que seu alter ego é um exemplo de apreciação e não de apropriação, inspirado por seu amor pela vizinhança icônica de Tóquio com o mesmo nome. “É tão engraçado porque um dos meus amigos e eu estávamos no Japão”, Bella contou em uma festa da Levi’s no festival. “Todos os dias, voltávamos a Harajuku porque queríamos, literalmente todos os dias: começávamos e termine lá. Então escolhemos nosso lugar favorito em Tóquio e fizemos dele o sobrenome desse alter ego. Fomos à loja e compramos uma peruca porque eu só queria poder passear e ver a cidade sem ter ninguém… não me incomoda, mas eu queria ser capaz de experimentá-la”.

Bella explica que ela estava procurando um lugar para abrigar as fotos quando surgiu a ideia de uma conta de mídia social separada. “Nós na verdade acabamos nos divertindo com isso porque meu amigo é fotógrafo e ele estava me fotografando durante o dia todo, então acabamos pegando todas essas fotos. Então nós pensamos, por que não as colocamos em algum lugar para que outra pessoa pudesse ver eles também?”


Embora Bella diga que ela tem um objetivo apreciativo e comemorativo, a história de longa data da cultura japonesa sendo explorada por celebridades não-japonesas ainda tem alguns usuários de mídias sociais se sentindo bastante críticos em relação à sua escolha. A cultura Harajuku é uma das mais atraentes e além da moda no mundo, mas isso não significa que ela ainda não deva ser abordada com nuances e respeito. A conta do Instagram Tokyo Fashion vem à mente de uma página que defende os amantes da moda na icônica cidade japonesa de uma maneira autêntica e exultante.

Os números não mentem e em menos de um mês, o perfil de Rebekka Harajuku acumulou 26.000 seguidores. Bella admite que a resposta a chocou. “Eu nem sei como isso surgiu tão rapidamente”, ela ponderou. “Eu ainda estou me perguntando: ‘Como isso é uma coisa?”

Não há como dizer quais são os planos de Bella para o futuro da conta. Ela não está postando com muita frequência, então não está claro o quanto ela está comprometida em continuar.

15.05.18
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid marca presença mais uma vez no Fashion For Relief

Bella Hadid marcou presença pela segunda vez consecutiva no evento de caridade Fashion For Relief. O evento, criado por Naomi Campbell, ajuda diversas ongs com o leilão de peças de rpupas desfiladas no evento. Bella que desfilou ao lado de Naomi Capbell, Irina Shayk, Winnie Harlow e outras modelos, teve dois looks.

Além disso, Bella deu uma pequena entrevista ao WWD e falou sobre Naomi: “Ela é um dos meus ídolos e ela tem sido uma grande parte da minha carreira. Eu faria qualquer coisa por ela, se ela me pedisse 100 vezes para estar neste show, eu faria isso pelo resto da minha vida. Quando Naomi me diz algo para fazer, ela é provavelmente uma das poucas pessoas que, além de minha mãe, eu ouviria e seguia o conselho ”, disse Hadid.

A modelo conversou sobre o poder da maquiagem ao participar de estréias que a fizeram chorar: “Ontem à noite eu assisti ‘Ash is Purest White’, um filme chinês, e eu chorei tanto. Esses filmes estão realmente mudando a vida. Minha maquiadora é Mary Phillips e eu pensei que ia ter maquiagem literalmente escorrendo pelo meu rosto, eu estava tentando me impedir de chorar, mas eu realmente não conseguia, e quando eu saí, não havia nada”, ela se maravilhou.

Na proibição de selfie deste ano, ela disse: “Eu não tiraria selfies de qualquer maneira, então não tem nada a ver comigo. As selfies são muito modernas e Cannes é um clássico tapete vermelho, e acho que devemos ser capazes de vivenciá-lo corretamente.”

Confira as fotos do evento:

FASHION FOR RELIEF CANNES 2018 DURING THE 71ST ANNUAL CANNES FILM FESTIVAL IN CANNES – 13/05

 

“FASHION FOR RELIEF” FASHION SHOW – 13/05

OUTSIDE “FASHION FOR RELIEF” IN CANNES – 13/05

14.05.18
postado por Ana Luiza na categoria Bella Hadid
Bella é entrevistada por Gigi Hadid para Harper’s Bazaar USA

GIGI HADID: Os fãs assumem que conhecem você porque você é uma pessoa pública. Mas qual coisa as pessoas se surpreenderiam ao saber sobre você?

BELLA HADID: “Que eu nunca passo um dia sem sorrir. As pessoas dizem que eu tenho sempre a mesma expressão facial. Mas o que eles não percebem é que por um bom tempo eu ficava daquele jeito porque os fotógrafos no set me pediam para parecer “entediada” ou “muito indiferente”. Não é esse necessariamente o jeito que eu realmente sou. Você me conhece, é claro, minha vida inteira. E desde bebê, eu sempre fui sorridente.”

 

GIGI: É engraçado como as pessoas acham que você não é sorridente; eu já vi os comentários. Mas eu não te vejo nem um pouco assim. Eu tenho minha própria visão de você como alguém que é boa, amigável e muito gentil. A negatividade nas redes sociais já te afetou?

BELLA: “Por um tempo eu lutei muitas batalhas – comigo mesma, com as pessoas online – e isso me deixou pra baixo. Quando as pessoas diziam, “Nossa, ela é tão má,” eu queria dizer, “Talvez eu só tenha tido um dia ruim! Ou talvez eu estivesse chorando.” Você nunca sabe o que a pessoa está passando.”

 

GIGI: As pessoas vêem fotos no Instagram e acham que você é somente aquilo.

BELLA: “Eles vêem somente uma parte bem pequena das nossas vidas, como fotos de paparazzi de nós saindo de casa. Sabe como isso é estranho? Sair de casa e ter 40 pessoas te esperando lá fora. E então você precisa sorrir para estranhos aleatórios.”

 

GIGI: E se você não sorrir, eles ficam tipo, “Nossa, ela parece antipática hoje.” De fato, você tem mais paciência e compaixão que qualquer um que eu conheço. Eu sempre vejo você parar para os fãs. E depois de um longo dia de trabalho, você sempre se lembra do nome de todo mundo e sempre abraça todos.

BELLA: “Isso vem da forma como fomos criadas. Como você sabe, nossa mãe sempre nos ensinou que você deve tratar todos do mesmo jeito, não importa se é o presidente ou a pessoa que trabalha com você. É por isso que eu paro para os fãs. Eles poderiam ficar em casa com suas famílias, mas não estão: eles estão em pé do lado de fora do nosso hotel no frio só para nos abraçar. Isso significa alguma coisa!”

 

GIGI: Outra coisa que as pessoas não percebem é que você é caseira.

BELLA: “Totalmente! As pessoas acham que eu sou muito baladeira, mas isso é passado. Eu mal posso esperar para sentar no sofá este fim de semana! Agora que as nossas carreiras atingiram certos patamares e o nosso trabalho é estar com pessoas o dia inteiro e ir para eventos, a última coisa que eu quero num sábado a noite é sair. Eu só quero ficar perto das pessoas que me amam. Como eu e você jogamos vídeo game, assistimos filmes, pintamos cerâmicas – todas as merdas estúpidas que costumávamos fazer na infância antes de nos tornamos Gigi e Bella.”

 

GIGI: O que mais você faz para se manter centrada?

BELLA: “Antes de me deitar, eu amo ouvir músicas de meditação. Me ajuda a pegar no sono e dormir. E de manhã eu mantenho meu celular longe de mim por 30 minutos para meu cérebro começar a funcionar antes de ser completamente esmagada pela mídia. Às vezes eu só quero ser eu mesma por 30 minutos, não “Bella”.”