27.03.19
postado por Beatriz na categoria Bella Hadid
Bella Hadid é capa da primeira Vogue USA digital

Com o bombardeio de informações e as notícias que chegam a cada minuto na palma da mão, com a facilidade ao se obter qualquer informação na hora em que quiser e onde quiser, as revistas estão tendo dificuldade de manter seu valor no mercado. Muitas, como a Elle Brasil, tiveram que fechar suas portas.

Com a globalização, a modernidade tomando conta da comunicação social, as revistas tiveram que se adequar. E a Vogue americana, a maior revista de moda atual, não poderia ficar para trás. Eles lançaram ontem a versão digital da revista, que tem na sua primeira capa da história a modelo Bella Hadid.

Fotografada em Paris, onde os estilistas ofereciam roupas de beleza incalculável, criadas por casas históricas que visavam o futuro. O vestido vermelho da capa, por exemplo, é de Clare Waight Keller para Givenchy, feito de uma técnica de crepe de máximo controle com minima construção. Com roupas para estilistas incríveis e marcas histórias são eles: Sarah Burton para Alexander McQueen; Maria Grazia Chiuri para Christian Dior; Olivier Rousteing para Balmain; Julien Dossena de Paco Rabanne; Pierpaolo Piccioli para Valentino; Demna Gvasalia para Balenciaga e Karl Lagerfeld para Chanel, Bella Hadid brilha em mini vídeos gravados por Gordon Von Steiner. Os mini vídeos podem ser vistos aqui.

Bella aparece mostrando seu humor na maioria dos vídeos inclusive em um vídeo grava pela revista para os bastidores. Confira:

Além disso, criamos uma álbum de capturas dos vídeos. Confira:

VOGUE US (digital)

BELLA HADID MODELS FALL’S PARIS COLLECTIONS

13.03.19
postado por Beatriz na categoria Campanha
Bella Hadid faz campanha para Bulgari

Este ano, a Bvlgari comememora o 20º aniversário do B.Zero1, um anel cujas curvas foram diretamente inspiradas no Coliseu da Casa Romana, cidade onde a marca foi criada e se consagrou. O B.Zero1 é um dos destaques da marca, que já atraiu mais de 2 milhões de amantes de jóias desde o seu lançamento no início dos anos 2000.

Bella Hadid é o rosto da campanha de comemoração desse momento tão especial para a coleção e para a marca. A casa italiana, que tem a modelo como embaixadora, divulgou através de um evento a nova campanha, embora só recentemente a marca tenha oficialmente publicado nas redes sociais a campanha de acessórios e óculos.

Mario Sorrenti foi o responsável por capturar as imagens e a essência de Bella e da coleção icônica através das fotos. Confira:

B.ZERO1 (2019)

11.03.19
postado por Beatriz na categoria Entrevistas
Oito perguntas com Bella Hadid

Bella Hadid concedeu uma entrevista para a Harpers Baazar Singapure, no final do ano passado, mas que só foi publicada recentemente em seu site. Confira a tradução:

“Nós nos encontramos com Bella Hadid na festa exclusiva da TAG Heuer em Kuala Lumpur, onde ela falou sobre amor próprio, gerenciamento de estresse e relógios valiosos.

Qual é uma memória de relógio que você tem?
Meu pai me apresentou ao mundo dos relógios – ele nunca estava sem um em seu pulso. Ele me ensinou que cada peça é uma arte, e é importante entender quanto esforço e tempo dedica à elaboração de cada relógio requintado.

Qual é o seu relógio favorito?
O relógio TAG Heuer Bella Hadid Link: é elegante e clássico com um toque de brilho. Eu não troco relógios muito frequentemente; isso combina com tudo e pode me levar do dia para a noite.

Como o lema da TAG Heuer “Don’t crack on Under Pressure” (Não quebre sobre pressão) se aplica a você?
Eu estou em uma indústria com um sistema muito pressurizante, e é fácil de se quebrar. Eu sempre tento ser mentalmente e emocionalmente forte, e busco tempo para me concentrar novamente. Mais o importante, eu tenho um ótimo sistema de suporte; pessoas ao meu redor que me mantêm centrado e aterrado.

O que o tempo significa para você?
É uma bênção; o tempo significa que você está vivo. Use com respeito e sabedoria.

Se você pudesse viajar no tempo, o que você diria ao seu eu mais novo?
Não tenha medo de ser você mesmo. Eu gostaria de poder estar confortável e confiante na pessoa que eu era, e seguir com as coisas que eu amava fazer. Tudo acontece por uma razão; O que não te mata te faz mais forte.

Hora favorita do dia?
11h30 de um sábado, quando não estou trabalhando. Eu estaria na cama assistindo televisão. Hoje em dia, é tão especial acordar e não ter nada planejado.

O que você costuma fazer cinco minutos antes de sair de casa?
Procurar o meu brilho labial e as chaves, porque elas geralmente estão no lugar errado. Eu também tomo um shot de gengibre, pimenta de Caiena e limão para começar o dia. E claro, eu daria ao meu namorado (o cantor, The Weekend) um grande beijo.

Quem você consideraria sua equipe?
Minha melhor amiga, Fanny, minha irmã e minha mãe.”

Fonte: Harpers Baazar Singapure
Tradução e adaptação: Equipe Bella Hadid Brasil

09.03.19
postado por Beatriz na categoria Entrevistas
Bella Hadid faz ensaio e concede entrevista para Love Magazine

Bella Hadid concedeu uma entrevista ao lado da fotografa Alana O’Herlihy para a revista Love Magazine. As duas, que são amigas, trabalharam pela primeira vez juntas par a edição 21 da revista. Ambas contam curiosidades sobre a amizade e como foi trabalharem juntas! Confira:

“De brigas do ensino médio e de fachadas de pedras frias ao triunfo na moda e liberdade criativa – Bella e Alana dão uma olhada de volta aos seus altos e baixos em seus oito anos de amizade.

Como vocês se conheceram? Quando vocês se encontraram? Quais foram as suas primeiras impressões?

Bella Hadid: “Tudo aconteceu nós tínhamos tipo 14 em uma escola no Valley. Nós nos conhecíamos através de amigos em comum em Malibu. Mas de verdade, nós odiávamos uma a outra e não convivíamos bem. Ela tinha os amigos dela, eu tinha meus amigos. Eu era um anjo e…

Alana O’Herlihy “Ai meu deus!”

BH: Mas uma vez que nossos caminhos se cruzaram novamente na aula de fotografia do Malibu High alguns anos depois – eu tinha 16, ela 17 – nós nos tornamos conectadas no momento. Nós íamos fotografas nossos projetos de fotos juntas. Eu aprendi muito com Alana – mesmo então ela me inspira mais que qualquer um. De lá, nos tornamos melhores amigas.

Esse ensaio para LOVE é a primeira vez que vocês trabalharam juntas profissionalmente. Como foi?

BH: Foi o melhor dia da minha vida!Eu nunca tive a experiencia de trabalhar com uma amiga próxima assim. Nós realmente amamos fazer o mais colaborativo possível, o que é realmente divertido para nós.

AH: Nós nos divertimos!

BH: É apenas extraterrestre – na melhor forma possível – e incrivelmente diferente, o jeito que as coisas vem na mente da Alana, o jeito que ela vê e edita cada uma de suas visões. Foi realmente um dos dias mais divertidos que tive trabalhando, eu acho, e um dos melhores ensaios que fiz, apenas porque estava muito confortável. De rir de mim mesma e não pensar no que as pessoas vão achar de mim.

O que faz uma boa imagem?

AO: Se me anima, ou me apresenta algum tipo de história, enquanto tem um pouco de mistério. Então seja lá quem esteja vendo essa imagem pode meio que utilizar seus pensamentos e criar suas próprias conclusões.

BH: Tipo suas próprias narrativas, porque com suas fotografias e colagens, Alana, você faz as pessoas sentirem algo. A coisa sobre Alana é que ela, constantemente, desde que eramos crianças, está sempre online, sempre no Tumblr. Quer dizer, Lanz, você tem o computador mais ativo que eu já vi nada vida. Eu nunca vi tantas pastas c*ralho! É tudo inspiração – fotos dos anos 30, 90, 50, historias estranhas sobre a guerra, comerciais antigos… incríveis artes undergrounds que você nunca seria capaz de encontrar. E ela integra isso em seu trabalho e sua visão.

AO: Ok, Bella o que você tenta alcançar quando está na frente das câmeras? O que passa na sua cabeça?

BH: Mudou muito para mim. Antes era sobre manter minha fachada e minha persona fria, porque eu não conseguia ser capaz de mostrar a mim mesma para o mundo, nem pra mim mesma.

AO: Uau!

BH: Na frente de (das câmeras) e atrás meus olhos, é um espeço em branco sobre as coisas que aconteceram na minha vida. Agora a animação vem da minha genuína felicidade na vida e de pensar em coisas que eu amo. É um sentimento muito diferente ser você mesma e ser um personagem. Agora é mais sobre a arte, eu apenas penso “como posso fazer isso o mais estranho possível?”. Algumas vezes esta tudo bem em parecer louca, o que é o que você realmente tirou de mim.

AO: Totalmente.

BH: E o que você está pensando quando está atrás das câmeras?

AO: Bem, eu realmente gosto de filme, como você sabe. Então estou dirigindo de um jeito – filmes pequenos em cada caractere, e especialmente nessas fotos com você. Eu estou apenas tentando alcançar uma fantasia, porque eu sinto que não tem fantasia o suficiente nas fotos que estão colocando por aí. Hoje eu acho que todos estão tentando ir para esse bruto e algo bem real, o que eu posso apreciar também. Mas eu quero a fantasia, com um toque de candura e intimidade – Eu quero acreditar nessa fantasia. Eu quero ser levada a outro lugar.

Qual foi a mais importante lição que vocês aprenderam em suas carreiras para as levarem aonde vocês estão com a confiança que vocês tem para fazer isso?

BH: Nós nos movemos para a Industria na mesma hora, cegas e curiosas. Nós meio que sabíamos nosso potencial, mas nós eramos muito novas e nervosas para nos afundarmos completamente em um negócio que não sabíamos nada a respeito. É lindo e louco de ver as coisas que você finalmente faz quando alguém acredita em você, e mais importante quando você acredita em você mesma! Eu era sempre “Alana você consegue isso. Você é a melhor por*a de fotografa no mundo” quando nós eramos mais novas.”

AO:
Eu aprendi a sempre lembrar como foi o meus primeiros cinco ensaios testes e apenas permanecer com essa mesma ética de trabalho e nunca pensar que você não pode fazer um trabalho melhor que o trabalho anterior. Eu tenho sempre que continuar trabalhando tão duro quanto eu fiz quando comecei, se não mais.

Qual foi o melhor pedaço de conselho que você já recebeu?

AO: Foi de verdade, da Bella. Depois que me mudei para NY, eu lembro que fiz essa imagem ou colagem ou algo assim. Nós estavamos saindo e eu tava tipo “Eu não sei, eu to com medo de divulgar, de ser vista e ser criticada”. Você olhou pra mim e foi tão simples. Você disse “Alana, se você quer ser uma artista, você não pode dar a minima pra o que alguém tem pra dizer, sempre, eu prometo, você consegue isso”. E foi isso.

BH: Ual, eu não aprendi o meu próprio conselho. Eu preciso começar a fazer isso.

Confira os scans da revista:

LOVE MAGAZINE (ISSUE 21)